avozmissionaria@hotmail.com

Pesquisar este blog

Postagem em destaque

Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro

Nove entre dez brasileiros dizem que seu sucesso financeiro se deve a Deus, mostra pesquisa Datafolha. A porcentagem supera 90% ent...

A Bandeira‏



"Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por Cristo Jesus nosso Senhor" (Romanos 6:23).

O grande pastor inglês, Charles Haddon Spurgeon, falou de um homem que havia sido condenado à morte por um tribunal espanhol. Como ele era um cidadão americano, nascido na Inglaterra, os cônsules de ambos  países resolveram intervir a seu favor.  Justificaram que as autoridades espanholas não tinham o direito de tirar sua vida, mas, seus protestos foram ignorados. Por fim, enrolaram o prisioneiro com as bandeiras dos Estados Unidos e da Inglaterra.

Desafiando o executor, os cônsules emitiram uma advertência: "Atire, se for ousado. E, se o fizer, terá os poderes de duas grandes nações contra você!" O prisioneiro permaneceu lá, mas, não houve nenhum disparo.  Guardado pelas duas bandeiras e os governos que elas representavam, o prisioneiro estava totalmente protegido. (Nascidos para adorar)

Muitas vezes nos vemos prisioneiros de um mundo que nada tem a nos oferecer a não ser uma vida de sofrimentos. Vivemos rodeados de incertezas, de angústias, de decepções.  Estamos prestes a sucumbir e nenhuma esperança existe em nossos corações. Achamos que não tem solução para a nossa situação não há remissão, não existe perdão ninguém jamais esquecerá.

Mas, esta morte espiritual ainda pode ser evitada. Existe uma bandeira à nossa disposição! E ela não foi trazida por um cônsul de um país poderoso, mas, pelo Todo Poderoso Senhor do universo. Esta bandeira nos foi oferecida quando Jesus, o filho do Deus vivo, se ofereceu para morrer na cruz em nosso lugar. Ele morreu para que fôssemos libertos da morte. E, ao morrer na cruz, a bandeira celestial foi enrolada em nós como garantia de nossa liberdade.  Estamos salvos! Estamos livres!  Fomos comprados pelo sangue de Cristo.

Os enganos do mundo não têm poder contra a bandeira da vida. Os vícios do mundo não podem atingir a bandeira da vida. O pecado não pode consumir aqueles que estão  protegidos  pela bandeira da vida. Somos mais que vencedores, as mãos que enrolaram em nos essa bandeira foram as mãos de um Rei, mas elas não estavam sobre uma mesa ou tribuna segurando um cetro, não elas foram usadas para tocar leprosos, escrever na areia a sentença de uma pecadora para depois ser apagada e esquecida, seus dedos não serviram para apontar defeitos, mas para fazer lodo no chão e devolver a vista a um cego, seus braços estendidos ordenaram a um paralítico de 38 anos que andasse, não foi laureado nem colocaram um anel de valor quando findou sua formatura, mas hoje Ele leva nas mãos as marcas da promessa da vitória os cravos penetraram as suas carnes fragilisadas para que a bandeira da vitória que hoje nos cobre seja impenetrável, podem até lançar setas malignas contra nossa vida, ou tecer comentários sobre qualquer coisa mas lembre-se estais coberto com a bandeira de um reino eterno, portanto descanse e saiba armas poderão ser forjadas contra ti, mas aquele que quebra o arco, corta a lança e queima os carros no fogo te diz aquietái-vos a sabei que Eu sou Deus. Deus nos abençoe!

2 comentários:

Marcelo Edson disse...

Parabéns reverendo. Excelente artigo.

Pr Albérico e Rose Marques disse...

Obrigado irmao Marcelo Edson, a equipe do AVM - A voz Missionaria agradece.

Postar um comentário