avozmissionaria@hotmail.com

Pesquisar este blog

Postagem em destaque

Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro

Nove entre dez brasileiros dizem que seu sucesso financeiro se deve a Deus, mostra pesquisa Datafolha. A porcentagem supera 90% ent...

Terra com saliva cura cegueira?

- Ele respondeu: "O homem chamado Jesus misturou terra com saliva, colocou-a nos meus olhos e me disse que fosse lavar-me em Siloé. Fui, lavei-me, e agora vejo", São João 9.11.

Esse não foi o único cego que Jesus curou, nem a maneira de restaurar a visão foi a mesma para todos. À Bartimeu Ele disse: "vê!" e ele viu; em Betsaida Ele curou outro cego por etapa; e nesse aqui o Senhor utiliza saliva, terra, Sua palavra (vai), e a fé e a obediência do cego (foi, lavou-se e ficou vendo). Percebemos que não existe um modelo fixo para o Senhor agir, como alguns entendem. Caso precisemos de alguma coisa, difícil ou impossível (aos nossos olhos), basta pedir, esperar com fé, e deixar que Deus faça segundo a Sua vontade e maneira de agir.

Creiamos: o Senhor está nos ouvindo e no Seu tempo e de Sua forma, vai atender!
Carloman Otaviano – Natal/RN/Brasil

Cuidado, a vida é regida por leis.

- e disseram a Jesus: "Mestre, esta mulher foi surpreendida em ato de adultério. E na Lei, Moisés nos ordena apedrejar tais mulheres. E o senhor, que diz?", São João 8.4 e 5

Demonstrando conhecer a lei de Moisés, aqueles homens trouxeram a mulher adúltera com um veredito estabelecido: "pena de morte".
Ocorre que eles não sabiam que o Mestre Jesus conhecia uma Lei que se sobrepunha à lei condenadora, "a Lei da Misericórdia". Então Jesus utilizando a Lei da Misericórdia, repassou para eles a responsabilidade da aplicação da pena da lei desde que eles estivessem isentos de pecado. Jesus sabia que nenhum deles tinha idoneidade moral para apedrejar a mulher, e assim ela foi salva da morte. Jesus livrou a mulher da morte, mas disse: "não peques mais".

Graças a Deus, que renova suas misericórdias diariamente sobre nós!
Carloman Otaviano – Natal/RN/Brasil

Mas que palavras encantadoras!

Finalmente, os guardas do templo voltaram aos chefes dos sacerdotes e aos fariseus, os quais lhes perguntaram: "Por que vocês não o trouxeram? " "Ninguém jamais falou da maneira como esse homem fala", declararam os guardas. São João 7.45 e 46

Jesus, enquanto aqui na terra era assim: "ouvia muito, e falava o necessário aos que O ouviam".
Mas falava de tal maneira que encantava aos ouvintes. Mesmo seus inimigos ficavam pasmos com suas palavras. Uns guardas foram prende-Lo e voltaram de mãos vazias, pois se encantaram com Suas palavras. Jesus continua o mesmo; ouvindo muito e falando aquilo que precisamos ouvir.
Ontem na EBD eu falei com Ele, pedindo para que Ele restaurasse a minha voz. Aí Ele me ouviu, e . . ., me encantou com sua resposta: "calma Carloman, você ainda tem muito que aprender".

Ouçamos as palavras de Jesus. Pode não ser as que desejamos ouvir mas com certeza são as que precisamos.
Carloman Otaviano - Natal/RN/Brasil

Abandonar Jesus? Nunca! . . .

Daquela hora em diante, muitos dos seus discípulos voltaram atrás e deixaram de segui-lo.
Jesus perguntou aos Doze: "Vocês também querem ir?", São João 6.66 e 67

Por não compreenderem o discurso de Jesus, muitos de seus seguidores o abandonaram, ficando com Ele os doze mais próximos. Ao ver que a multidão o abandonara, o Mestre se dirige aos seus doze discípulos e perguntas: ". . . e vocês? . . .". As vezes fico imaginando o tom de voz de Jesus ao fazer a pergunta aos doze, e lembro de quando Ele chorou olhando para Jerusalém e dizendo: "Jerusalém, Jerusalém . . ., quantas vezes eu quis juntar teus filhos, como a galinha junta seus pintinhos". Eu creio que como bom Pastor, o tom de voz de Jesus, tanto era de lamento pela abandono daquelas ovelhas, como de esperança de que os doze ficasse com Ele.
Passados dois mil anos, muitas ovelhas por não entenderem alguns discursos, tem pensado em deixar o redil. Mas o bom Pastor está dizendo: ". . . não saia de seu lugar, você é minha ovelha, e Eu sou o seu Pastor . . .".

Que possamos responder como Pedro: "para quem iremos nós?"
Carloman Otaviano – Natal/RN/Brasil

Mas que discurso difícil de se entender!

Jesus lhes disse: "Eu lhes digo a verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos. Todo o que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia", São João 6.53 e 54.

Muitos seguidores de Jesus o abandonaram ao ouvirem essas palavras, pois não entenderam o que Ele estava dizendo.
Comer a carne e beber o sangue de Cristo significa crer e aceitar que Ele era um ser humano. Foi concebido e nasceu através de uma virgem (Isaias 7.14; S. Lucas 1.34). Crer que Ele viveu aqui na terra como homem; teve fome, sede, alegria, tristeza. Morreu como homem e pelos homens, mas ao terceiro dia ressuscitou, subiu aos céus e está junto a Deus Pai, intercedendo por nós. E finalmente, crer que em breve Ele voltará em Glória para buscar os que entenderam o seu discurso, e comem sua carne, bebem seu sangue, fazendo isso em Sua memória como Ele mesmo ensinou: "fazei isso em memória de mim" S. Lucas 22.19.

Glórias a Deus, pois entendemos o discurso de Jesus Cristo!
Carloman Otaviano – Natal/RN/Brasil

Quando os recursos forem poucos, entregue-os a Jesus!

Outro discípulo, André, irmão de Simão Pedro, tomou a palavra: "Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente?", São João 6.8 e 9.

Aos olhos humanos, cinco pães e dois peixes eram insuficientes para alimentar uma multidão (mais ou menos quinze mil pessoas). Todavia, nas mãos do Filho de Deus, aquela pouca provisão transformou-se em um grande banquete em pleno deserto.

Essa é a maneira de Jesus agir. Com poucos recursos realiza grandes feitos, pega pessoas simples (tipo pescadores), e os transforma em grandes líderes. E o melhor de tudo é que Ele continua com a mesma maneira de agir, procurando pessoas simples, humildes, para realizar através delas grandes feitos.

Experimente colocar-se nas mãos do Mestre!

Carloman Otaviano – Natal/RN/Brasil

Mas em quem está a nossa esperança?

Há em Jerusalém, perto da porta das Ovelhas, um tanque que, em aramaico, é chamado Betesda, tendo cinco entradas em volta. Um dos que estavam ali era paralítico fazia trinta e oito anos. Quando o viu deitado e soube que ele vivia naquele estado durante tanto tempo, Jesus lhe perguntou: "Você quer ser curado?", São João 5.2, 5 e 6.

É possível que o paralítico esperasse sua cura ali no tanque, por mais de 36 anos. Mas um dia, de forma inesperada, Jesus chega junto dele e faz uma pergunta simples: "Você quer ser curado?". Jesus não perguntou por que ele ainda não havia sido curado. A resposta que se esperava para a pergunta do Mestre era: "quero ou não quero; sim ou não". Lendo o versículo 7, entendemos que a resposta do paralítico tinha por base a sua esperança: que aparecesse um homem que o empurrasse no tanque no momento da água agitada. 
E não é que nós somos muito parecidos com aquele paralítico? Se adoecemos, esperamos por alguém que tenha uma "oração forte"; se precisamos de emprego, desejamos que apareça um político ou alguém importante que dê um empurrãozinho; etc. etc. etc.
Enquanto isso, Jesus está pertinho de nós, perguntando: "Carloman, você quer ser curado?". Simples assim.

Então que tal ouvirmos a voz do Mestre, e respondermos conforme Sua pergunta?
Carloman Otaviano - Natal/RN/Brasil

Uma sede insaciável.

- Havia ali o poço de Jacó. Jesus, cansado da viagem, sentou-se à beira do poço. Isto se deu por volta do meio-dia. Nisso veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: "Dê-me um pouco de água". São João 4.6 e 7

Gostaria muito de saber pintar esse quadro! Jesus sentado a beira do poço, vê se aproximar uma mulher com seu cântaro para apanhar água. 

Na verdade, Jesus vê bem mais do que eu consigo retratar. Ele vê uma pobre mulher que vinha pegar água naquela hora (meio dia), para fugir da condenação da sociedade local. Jesus via uma pessoa sedenta, que tentava saciar a sede como a maioria das pessoas fazem ainda hoje: "na prática do pecado". Então Ele se dirige à mulher e oferece uma solução definitiva para sua sede. Ela por sua vez, depois de muitos questionamentos, entende que está diante do Filho de Deus e confessando seu pecado recebe a verdadeira água da vida.

A mesma água oferecida a mulher por Jesus Cristo, é oferecida a nós hoje. A doce voz do Mestre continua ecoando em nossos corações dizendo: "... se alguém estiver com 'sede', venha a mim, e beba!"

Então, só fica com sede quem quer . . .

Carloman Otaviano - Natal/RN/Brasil

Cuidado com a casa de Deus!

- No pátio do templo viu alguns vendendo bois, ovelhas e pombas, e outros assentados diante de mesas, trocando dinheiro. - Então aos que vendiam disse: "Tirem estas coisas daqui! Parem de fazer da casa de meu Pai um mercado!" São João 2.14 e 16. Você já presenciou esse cenário visto por Jesus? E qual sua reação? Possivelmente essas duas perguntas dividirá os leitores em dois grupos. "Os que ficam revoltados com a cena, e os que vêem e dizem: 'não vejo nada demais nisso'". Independente de qual linha sigamos, é importante saber que, hoje somos nós o templo do Senhor (1Coríntios 3.16). Portanto devemos ter cuidado para não contaminar o templo do Espírito Santo, pois a consequência é terrível (1Co 3.17) Que nos santifiquemos em todo nosso ser (1Tessalonicenses 5.23) Carloman Otaviano - Natal/RN/Brasil

Lista de Dirigentes de Congregações - 2016 da IEADERN

Veja a Lista de Coordenadores de cada Setor e Dirigentes de Congregações em Natal-RN pela Igreja Evangélica Assembléia de Deus no estado do Rio Grande do Norte para o ano 2016.

O Rodízio é anual e definido pelo Pastor Martim Alves da Silva, Presidente da Igreja,  juntamente com a Diretoria da IEADERN.

Preconceituoso ou cauteloso?

- Filipe encontrou Natanael e lhe disse: "Achamos aquele sobre quem Moisés escreveu na Lei, e a respeito de quem os profetas também escreveram: Jesus de Nazaré, filho de José". - Perguntou Natanael: "Nazaré? Pode vir alguma coisa boa de lá?" Disse Filipe: "Venha e veja",
São João 1.45 e 46.

Lendo a expressão de Natanael de forma isolada, logo pensamos: "sujeito preconceituoso" Mas observando a expressão de Felipe (aquele de quem falaram os profetas), entendemos que Natanael conhecendo as profecias, esperava que o Messias fosse de Belém (Miqueias 7.2).
Então o problema está na forma de falar. Que tal se ele tivesse dito: "como de Nazaré, as profecias não dizem que deveria ser de Belém?..."
Asim como Natanael, muitas vezes na nossa forma de falar, ferimos uns aos outros expressando o que não gostaríamos e o que não queríamos. 
Então tenhamos cuidado ao abrirmos a boca.

Que Deus nos ajude a controlar a nossa língua! 
Carloman Otaviano - Natal / RN / Brasil

A obediência antecede o milagre.

- Disse Jesus aos serviçais: "Encham os potes com água". E os encheram até à borda. - Então Ele disse: "Agora, levem um pouco ao encarregado da festa". Eles assim o fizeram, e o encarregado da festa provou a água que fora transformada em vinho, sem saber de onde este viera, embora o soubessem os serviçais que haviam tirado a água, São João 2.7, 8 e 9.

Ao longo de meus 63 anos ouvi granees pregadores discursarem acerca desse grande milagre, e sempre me encantei com as mensagens, principalmente quando enfatizavam o poder transformador de Jesus.
Mas ultimamente tenho me curvado a uma revelação interessante do texto - o que estava faltando era vinho; e Jesus mandou os empregados encherem as talhas de água? - Aqueles homens não sabiam o que Jesus faria com quase 800 litros de água, mas simplesmente obedeceram e foram coadjuvantes no primeiro grande milagre do Mestre Jesus.
Então se quisermos ver milagres de Deus em nossas vidas,  obedeçamos a Sua orientação, mesmo não entendendo a lógica de sua ordem. 

Simples assim - obedeçamos e veremos os milagres acontecerem! 
Carloman Otaviano - Natal / RN / Brasil

E Deus humanizou-se . . .

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade, São João 1.14.

Certo dia João, Pedro e Tiago seguiram Jesus a um alto monte, e lá viram transfigurar-se. A imagem de Jesus glorificado foi tão impressionante que uns 5o anos depois João escreveu: "... e vimos a sua Glória, ...". Mas a citação que me impressiona é: "E o Verbo se fez carne...". Sempre que leio esse texto fico encantado e não consigo entender como Deus se tornou humano. Ora, se o apóstolo Paulo, escreveu que grande é o mistério da piedade (1Tm 3.16), como eu vou querer entender isso! Então eu entendi que não tenho que me preocupar em como, e sim, porque Ele fez.
Aí lembrei de João 3.16 . . . (Amor é razão de Deus)

Por amor a nós Deus se fez homem, e assim assumiu a nossa culpa!
Carloman Otaviano - Natal / RN / Brasil

Somente a Escritura (Sola scriptura)

- E Jesus disse: "Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, São Lucas 24.46

O exercício ministerial de Jesus sempre teve por base as Escrituras. Jesus enfrentou o inimigo, e o venceu, usando as Escrituras. Quando confrontado pelos seus opositores, respondia com as Escrituras. E aos seus discípulos, estava sempre ensinando as Escrituras, inclusive na sua despedida.
O melhor da busca pelas Escrituras, é que quando nos dedicamos a ela, o Espírito Santo, que a inspirou, está junto, nos mostrando seu real significado.

Que em 2016, leiamos e meditemos mais nas Escrituras! 
Carloman Otaviano

Reconheçamos Jesus enquanto Ele está junto!

- Quando estava à mesa com eles, tomou o pão, deu graças, partiu-o e o deu a eles. Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram, e ele desapareceu da vista deles, São Lucas 24.30 e 31.

Na tarde do domingo da ressurreição, dois discípulos iam para Emaús, aldeia distante onze quilômetros de Jerusalém. Caminhavam triste e lamentando os acontecimentos do último final de semana. De repente Jesus se aproxima deles e participa da conversa, acalmando seus espíritos, lembrando que os profetas haviam predito tudo que acontecera.
Onze quilômetros caminhando com o Mestre, ouvindo Sua voz, sem O reconhecerem. Somente depois que Ele desapareceu é que eles caíram na real e exclamaram: ". . . bem que nossos corações ardiam enquanto falava!". Mas agora Ele se foi!
Quando o coração arder enquanto uma voz ecoa no coração, escutemos, deve ser Deus falando.

Que nossos corações estejam atentos a voz de nosso Senhor!
Carloman Otaviano - Natal/RN/Brasil

Deus tem sido gracioso para conosco!

. . . porque Deus graciosamentema me tem dado; e porque tenho de tudo . . . Gênesis 33.11b 

Após vinte anos de muito trabalho, Jacó se encontra com seu irmão Esau, lhe dá um presente e afirma: "Deus foi gracioso comigo ao me conceder todos esses bens". 
Esse deve ser o nosso sentimento no findar de cada ano e então ao invés de ficarmos pedindo, desejando coisas para o próximo ano, devemos sim, agradecer, agradecer pelo que já recebemos de nosso Senhor; e por isso eu . . .

Louvo a Deus por continuar em 2016 sendo gracioso com você, meu amigo!
Carloman Otaviano - Natal /Deus tem sido gracioso para conosco! 

. . . porque Deus graciosamentema me tem dado; e porque tenho de tudo . . . Gênesis 33.11b 

Após vinte anos de muito trabalho, Jacó se encontra com seu irmão Esau, lhe dá um presente e afirma: "Deus foi gracioso comigo ao me conceder todos esses bens". 
Esse deve ser o nosso sentimento no findar de cada ano e então ao invés de ficarmos pedindo, desejando coisas para o próximo ano, devemos sim, agradecer, agradecer pelo que já recebemos de nosso Senhor; e por isso eu . . .

Louvo a Deus por continuar em 2016 sendo gracioso com você, meu amigo!
Carloman Otaviano - Natal/RN/ Brasil