avozmissionaria@hotmail.com

Pesquisar este blog

Postagem em destaque

Lista de Dirigentes de Congregações - 2017 da IEADERN

Veja a Lista de Coordenadores de cada Setor e Dirigentes de Congregações em Natal-RN pela Igreja Evangélica Assembléia de Deus no estado do...

Adotadas por famílias diferentes, meninas descobrem serem irmãs: “Deus trabalhou nisso”, dizem pais



Duas irmãs separadas desde o começo de suas vidas se encontraram pela primeira vez agora, mesmo tendo sido adotadas por famílias diferentes, quando estas passaram a frequentar a mesma igreja.
Kinley Galbierz e Elliana Maneage são naturais da China e foram adotadas por dois casais que se tornaram bons amigos quando se conheceram na igreja. Kinley, a mais nova, tem 7 anos de idade, e Elliana, tem dez.
Deacordo com informações do portal Christian Today, as duas meninas se deram muito bem no instante em que se viram, e os pais adotivos notaram que a conexão entre elas ia além de uma mera amizade, e resolveram fazer um teste de DNA, que revelou que elas eram meias-irmãs.
“Está além do que você pode compreender”, disse Jim Maneage, em entrevista ao canal Fox 2 News. Ele e sua esposa, Staci, viajaram para a China em 2010 para adotar sua filha, Ellianna. “De cara a gente soube que ela seria nossa filha”, disse Staci, relembrando o primeiro encontro com a menina.
O outro casal, Steve e Paige Galbierz, frequenta a mesma igreja e fez amizade com a família Maneage por compartilharem a mesma experiência de viajarem à China para adotar uma criança. Eles, porém, adotaram Kinley de um orfanato em uma cidade diferente.
Como as duas meninas eram chinesas, as famílias decidiram que seria interessante estimular a amizade entre elas, e isso gerou um vínculo impressionante para quem as via juntas. “Elas vão para a mesma escola, elas vão para a mesma igreja, nossas famílias são muito unidas”, disse Paige Galbierz.
Staci Maneage foi quem teve a primeira desconfiança de que a amizade parecia a de pessoas com laço sanguíneo. E assim, falou com o marido, Jim, para descobrirem a verdade. “Staci me disse: ‘Eu quero fazer um teste de DNA com as meninas’. Eu disse: ‘Que meninas? Ellianna e Kinley?’. Na hora, comecei a pesar a quantidade enorme de pessoas que existem na China”, contou ele.
Quando as famílias entraram em um acordo, fizeram o teste e o resultado deixou a todos embasbacados. “Eu só tenho que te dizer uma coisa. Os resultados deram certo. As garotas têm 99,9% de certeza que são meias-irmãs”, afirmou Staci.
Embora ainda não saibam se as meninas são meias-irmãs por parte de pai ou de mãe, as famílias consideram que Deus interferiu para que esse encontro acontecesse, com ambas vivendo a milhares de quilômetros de sua terra natal.
“Deus faz coisas incríveis em pessoas comuns. Foi Ele quem nos escolheu. Eu tenho fé que Ele está trabalhando nisso. E agradeço pelo fato de hoje sermos tão unidos em tudo”, comentou Paige.
Por Tiago Chagas, gospelmais 

0 comentários:

Postar um comentário